Primeiros passos antes da primeira viagem

Cachorra Zelda no aeroporto

Preparar-se para a primeira viagem internacional com o seu cão ou gato exige bastante paciencia e cuidado. Há muitas coisas para se preocupar e muitas informações para pesquisar e organizar.
Nesta página do site eu explico passo a passo, da forma mais clara que consegui, como funciona toda a timeline deste procedimento para a União Europeia. A princípio parece um pouco complicado, mas não se preocupe, se seguir todos os passos com cuidado vai ver que é mais tranquilo do que parece.
Quando eu fiz minha entrevista para um emprego na Hungria, antes mesmo de saber se seria aprovada, já comecei a pesquisar como era o processo para levar a Zelda comigo, porque ir sem ela não era uma opção.
No mesmo dia já levei a Zelda no veterinário para implantar o microchip, porque vi que para quem começa o processo do zero, como era o caso dela, a duração de todo o procedimento até que ela estivesse apta a viajar levaria pelo menos 3 meses. Não queria ter o risco de ter que me mudar antes da documentação da Zelda ficar pronta para poder embarcar.
No dia seguinte, a levei novamente ao veterinário para revacinar contra raiva. A vacina da Zelda estava em dia, ela havia tomado há menos de 5 meses, mas como a vacina antirrábica só é válida para o teste sorológico se for aplicada APÓS a implantação do microchip, ela foi revacinada mesmo assim.
Neste passo, o veterinário que atendeu a Zelda não estava muito bem informado e me disse que eu não precisaria revacina-la pois a vacina ainda era válida. Por sorte, eu havia me informado muito bem em muitos lugares e era sim necessária a dose APÓS o microchip.
Isso é muito importante para que você não perca tempo e dinheiro por falta de informação.

Depois deste segundo passo, de tomar a vacina após o microchip ser implantado, teria que esperar 30 dias para poder realizar o exame sorológico.
Neste tempo eu já me informei sobre qual caixa de transporte era mais apropriada para o tamanho da Zelda e as regras da IATA, e comprei a caixa para que ela já fosse se acostumando a ficar dentro dela sem se estressar muito. Veja nesse post algumas dicas para acostumar seu pet com a caixa de transporte.

O exame sorológico é a parte mais cara de todo o processo para primeira viagem internacional do seu pet, por isso, vale a pena pesquisar um pouco melhor os laboratórios que realizam o teste para tentar um preço melhor.
O teste da Zelda custou R$1.130 reais, feito em outubro de 2021 em Curitiba.
Agende o exame com antecedência e siga as instruções de jejum para o pet passadas pelo laboratório.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.